A produtora belga Cybernetic Walrus anunciou que o seu jogo que combina estratégia por turnos e construção de decks de cartas, Rise of Humanity, será lançado no Steam Early Access no dia 21 de outubro de 2021.

Rise of Humanity estará disponível no Steam por 19,99€ com dois modos de jogo: um com uma aventura narrativa e outro que oferece três novos desafios para completar todos os dias.

“O jogo tem uma mecânica de única e muito conteúdo que oferece aos jogadores horas de jogo,” explica Mike Coeck, CEO da Cybernetic Walrus. “Além disso, temos um segundo modo de jogo que cria três novas missões diárias para que os jogadores possam voltar a praticar, aprimorar a sua estratégia e alcançar uma pontuação maior a cada dia. As pontuações são registadas nas nossas tabelas de classificação, portanto, ao vencerem essas missões, os jogadores podem competir uns com os outros e se tornar-se no maior salvador da humanidade!”

Rise of Humanity é uma batalha de cartas tática baseada em turnos com elementos RPG, visuais impressionantes, robôs épicos e coelhinhos explosivos. Os jogadores movem seus personagens num campo de jogo hexagonal usando um sistema de resistência. Eles recebem um baralho de uma ampla seleção de cartas que podem usar para atacar inimigos, colocar armadilhas e desviar de tiros.

O versão Early Access incluirá seis missões com diálogos de texto, bem como seis ambientes de nível com dificuldade crescente. Os jogadores também encontrarão níveis com inimigos escondidos pela névoa da guerra. Eles podem fazer uso das missões secundárias aleatórias ilimitadas para melhorar as habilidades dos seus heróis e recolher mais cartas si. No HUB central da missão, podem curar os seus heróis, comprar habilidades, mesclar e remover cartas dos seus decks.

O lançamento da versão final de Rise of Humanity está planeado para 2022. Dois lançamentos principais são esperados durante o acesso antecipado, bem como atualizações regulares com correções de bugs e novos conteúdos para os desafios diários desenvolvidos em conjunto com a comunidade.

YouTube video