HomeReviewsGuiasE-SportsMobile Gaming
Análise: FIFA 17

20 outubro 2016 - Quando em 1993, a Electronic Arts lançou o primeiro titulo da franquia FIFA, estaria certamente longe de imaginar que este poderia ser um dos títulos que anualmente mais dinheiro dá à empresa Canadiana. Ao longo dos anos, o jogo tem sofrido inúmeros ajustes e melhorias que rapidamente o tornaram como o melhor simulador de futebol existente no mercado. De ano para ano se notam otimizações que tornam o futebol virtual oferecido nesta linha de FIFA cada vez mais próximo do futebol real.

Este ano, a Electronic Arts, prometeu “romper” com o passado e com o “obsoleto” motor de jogo e decidiu integrar o motor Frostbite, um engenho gráfico que já está presente noutros títulos da empresa como é o caso de Battlefield ou Need for Speed. Além desta novidade, a empresa voltou a inovar e adicionou um novo modo de jogo que chamou de “A Caminhada”. Ler mais:

Análise: Powerline devolo dLan 550 WiFi

27 setembro 2016 - Nos dias que correm, um dos maiores problemas que existem em qualquer habitação ou local onde exista internet prende-se com a capacidade de resposta do sinal Wi-Fi. Talvez por isso, é frequente ver, em particular nos retalhistas, a aposta crescente em soluções que consigam garantir uma amplificação do sinal de rede sem fios, seja através dos extensores de sinal, propriamente ditos, ou através dos sistemas PowerLine.

A devolo é uma das empresas que tem no seu ADN a capacidade de melhorar as ligações à Internet dos seus clientes com o desenvolvimento de produtos que preencham as suas necessidades. Uma das soluções que recentemente chegou ao mercado é o devolo dLan 550 WiFi, um produto que permite expandir o sinal Wi-Fi com recurso também à tecnologia PowerLine. Ler mais:

Análise: Worms W.M.D

18 setembro 2016 - Com o seu primeiro titulo lançado em 1995, a série Worms, da produtora britânica Team 17, acompanhou-nos durante mais de 20 anos, é quase impossível que exista alguém que não tenha jogado um jogo da série, ou então que o desconheça por completo.

Worms W.M.D, o mais recente título da série, foi apresentado pela Team 17 como o mais destrutivo de sempre. Com gráficos 2D desenhados à mão, novas armas, um sistema de criação de equipamento, veículos e edifícios, juntando a algumas armas clássicas e à tão adorada jogabilidade, Worms W.M.D prometia ser a melhor experiência Worms até à data. Ler mais:

Análise: No Man's Sky

29 agosto 2016 - Lançado recentemente para PC e PS4, No Man's Sky é um jogo de ficção cientifica desenvolvido e publicado pela Hello Games, uma pequena produtora independente sedeada em Guildford, Inglaterra.

O foco principal de No Man's Sky é a exploração, embora também exista combate, comércio e sobrevivência, numa aventura onde o objectivo principal é chegar ao centro da galáxia. Ler mais:

Análise: Anarcute

20 julho 2016 - Lançado recentemente para PC (Steam) e Xbox One, Anarcute é um simulador de motins que começou por ser um projeto de escola de cinco estudantes franceses.

Depois de ganharem vários prémios com o seu projeto, os cinco estudantes decidiram criar o seu próprio estúdio, a Anarteam, e utilizar o programa de desenvolvimento da Microsoft para produtoras independentes, o ID@XBOX, para terminar e lançar Anarcute em várias plataformas (para já, PC e Xbox One). Ler mais:

Análise: Sherlock Holmes: The Devil’s Daughter

05 julho 2016 - Lançado no passado mês de junho pela Bigben Interactive, Sherlock Holmes: The Devil’s Daughter é o mais recente capítulo na aclamada série de investigação da Frogwares Studio.

Assumindo o papel do famoso detetive dos romances policiais criado no final do Século XIX pelo escritor Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes: The Devil’s Daughter catapulta-nos para uma aventura que combina exploração, investigação, mistério e acção.  Ler mais:

Análise: The Solus Project

15 junho 2016 - Desenvolvido PC e XBox One, The Solus Project é o resultado do trabalho conjunto de dois estúdios europeus independentes, a Teotl Studios e a Grip Digital. Este é um jogo de sobrevivência e exploração single-player que nos transporta para um planeta distante, aparentemente inabitado, onde temos a oportunidade de desvendar os segredos de uma civilização alienígena.

Desenrolado no ano 2115, depois do planeta Terra ser destruído, The Solus Project coloca-nos na pele de um membro da tripulação de uma pequena frota de naves espaciais se mantêm perto de Plutão. Como última esperança da humanidade, somos enviados numa missão para Gliese-6143-C, um planeta distante com carateristicas ideais para ser colonizado. Depois de anos de viagem, a nossa nave é destruída quando se aproxima do planeta. Ler mais:

Análise: Teclado Razer BlackWidow X Chroma

à 2 dias atrás - A Razer, marca conhecida no mundo Gaming, continua a ser uma das marcas em maior destaque neste segmento, muito por “culpa” da sua qualidade, fiabilidade e inovação que constantemente integra nos seus produtos.

Um dos produtos mais recentes lançados pela marca é o teclado BlackWidow X Chroma, um teclado mecânico que se assemelha ao antecessor BlackWidow e que possui também opções de personalização, baseadas em 16.8 milhões de cores. Este teclado possui a tecnologia de interruptores mecânicos e teclas com iluminação individual. Por esta e por outras razões, é com naturalidade que a linha de produtos BlackWidow é uma das linhas de teclados referencia junto dos gamers. Ler mais:

Análise: Sheltered

29 abril 2016 - Depois de 18 meses de desenvolvimento, incluindo algumas semanas de testes onde os fãs contribuíram com o seu feedback, Sheltered, um jogo de sobrevivência 2D desenrolado num ambiente pós-apocalitico, foi oficialmente lançado para PC, Mac, Linux, PS4 e XBox One no passado mês de março.

Desenvolvido pela produtora independente Unicube que, na verdade, é apenas composta por duas mentes criativas (Sonny Meek e Dean Foster), Sheltered chegou às principais plataformas de jogos com o apoio da Team 17, a companhia que se tornou conhecida na indústria dos videojogos por ter criado a série Worms. Ler mais:

Análise: Need for Speed

à 5 dias atrás - Disponível para PC, XBox One e PS4, Need for Speed é o mais recente capítulo da icónica série de corridas de automóveis da Electronic Arts. Depois de vários deslizes que afetaram bastante a popularidade de uma das séries mais respeitáveis do mundo dos videojogos, a Electronic Arts entregou à Ghost Games, a produtora que também desenvolveu “Need for Speed: Rivals” em colaboração com a Criterion Games, a responsabilidade de fazer um "reboot" a Need for Speed e trazer de volta os dias de glória de outrora.

A fórmula encontrada pela Ghost Games foi juntar o que de melhor dos vários capítulos da série nos ofereceram ao longo dos anos, de forma a criar uma experiência verdadeiramente empolgante e diversificada. Assim, as famosas perseguições policiais de Most Wanted, as intensas corridas de The Run e a personalização de automóveis de Underground, só para dar alguns exemplos, juntam-se num único jogo. A juntar a tudo isto, existe ainda a exigência de uma ligação permanente à Internet, de que não somos particularmente grandes fãs, de Need for Speed World. Ler mais:

Análise: Gamepad Krom Khensu

25 março 2016 - A Krom, a marca de perifèricos para jogos da Nox Xtreme, começa a marcar a sua posição no mercado pela qualidade e preço relativamente acessível dos seus produtos.

Uma das solução que encontramos na linha de produtos da marca é o Krom Khensu, um gamepad sem fios compatível com PC e PS3. Ao longo da análise que se segue, vamos perceber se este gamepad possui argumentos para competir com as inúmeras soluções que encontramos no mercado. Ler mais:

Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência online. Ao usar o nosso website, está a concordar com o uso dos nossos cookies em concordância com a nossa política de privacidade. Saiba mais aqui.