HomeReviewsGuiasE-SportsMobile Gaming

Com o seu primeiro titulo lançado em 1995, a série Worms, da produtora britânica Team 17, acompanhou-nos durante mais de 20 anos, é quase impossível que exista alguém que não tenha jogado um jogo da série, ou então que o desconheça por completo.

Worms W.M.D, o mais recente título da série, foi apresentado pela Team 17 como o mais destrutivo de sempre. Com gráficos 2D desenhados à mão, novas armas, um sistema de criação de equipamento, veículos e edifícios, juntando a algumas armas clássicas e à tão adorada jogabilidade, Worms W.M.D prometia ser a melhor experiência Worms até à data.


Lançado no final de agosto para PC, Xbox One e PlayStation 4, Worms W.M.D revelou desde o primeiro minuto ser mais uma bela combinação de ação, estratégia e humor, com alguns elementos inovadores na série.

Ao longo da análise que se segue, vamos então perceber quais os argumentos que Worms W.M.D tem para nos proporcionar mais algumas horas de diversão.

O texto que vão poder ler de seguida é uma adaptação da análise em vídeo realizada para o canal do YouTube FAPS, e que está disponível no final deste artigo.

Jogabilidade

Se és daqueles que não faz a mínima de que titulo de trata, WORMS W.M.D é um jogo de ação e estratégia por turnos, em que temos alguns segundos para movermos uma minhoca (worm) da nossa equipa para efetuarmos o ataque (com um arsenal de cerca de 80 armas e utilitários à nossa disposição) à equipa adversária, caso queiramos, pois uma vez o tempo esgotado, o turno acaba.

Mas antes disso, existe uma panóplia de situações que podem acontecer durante o planeamento da ofensiva. Podemos nos distrair, pisando uma mina que se encontra colocada no mapa, ou até mesmo cair, o que faz com que percamos o turno se perdermos vida. A colocação das minhocas no terreno é bastante importante, pois podemos sempre apostar na defensiva e ficar à espera que a equipa contraria cometa algum erro.

Muitas das novidades presentes em W.M.D foram perfeitas, e não destoam do resto do jogo, fazendo os recém-chegados à série pensar que já estaria incluído habitualmente nos jogos anteriores. Entre elas existe a possibilidade de entrar dentro dos edifícios para nos podermos proteger ou adotar um meio mais defensivo, coisa que antes só o conseguíamos fazer se aproveitássemos o desenho do mapa ou usássemos a picareta ou o maçarico.

Os veículos têm também a sua primeira aparição. Entre eles temos tanques, helicópteros e mechs, muitos deles podem trazer uma vantagem considerável no campo de batalha, sendo que este último (mech), como ataca corpo a corpo, pode trazer mais problemas para a nossa equipa do que benefícios, provocando o caos ativando minas e destruído barris sem querer.

As armas estacionarias, apesar de não serem novidade, estão disponíveis pelo mapa ou então para construíres, sacrificando a mobilidade, mas dando prioridade ao poder de fogo, que pode ser bastante destrutivo se bem usado. Existem também novas armas para serem usadas, sendo elas o OMG Strike que cria um lazer que desintegra os sítios onde o laser passa, e o Dodgy Phone Battery que cria um campo eletrificado que faz corrente de worm a worm aumentando assim o raio de acção.

Mas talvez a novidade maior seja o sistema de crafting (criação), que nos dá a possibilidade de recolher componentes de caixas especiais que vão aparecendo em locais aleatórios, em semelhança das caixas de vida. Estes componentes podem ser usados para criar novas armas e ferramentas, no painel especial alcançável através do menu de armas. Cada arma ou ferramenta tem a sua própria combinação especifica de componentes para ser feita, com as armas mais fortes a requererem quantidades maiores ou ingredientes mais raros. O crafting pode ser feito a qualquer altura, uma vez que dá para ser feito no turno do oponente, o que é uma vantagem pois não vamos ter que gastar os nossos preciosos segundos do nosso turno, e além do mais, os jogadores mais impacientes terão algo para fazer enquanto esperam pelo adversário.

Como é habitual em todos os jogos Worms, multiplayer é onde o jogo brilha mais com a possibilidade de jogar localmente ou online para até 6 jogadores. Podemos personalizar a nossa equipa, escolher o mapa ou gerar um mapa personalizado, bem como alternar pelos vários modos de armamentos, não esquecendo o sistema de progressão de níveis online em que desbloqueamos itens de personalização para a nossa equipa.

Contudo, o jogo tem os seus pontos fracos, entre eles a campanha single-player que é facilmente esquecida, pois tem pouca profundidade. A Team 17 podia ter elaborado uma historia para não ser apenas um “tutorial estendido” com apenas 30 missões salteadas. Existem, no entanto, alguns desafios e missões bónus que podem ser desbloqueados por encontrar cartazes escondidos ao longo da campanha.

Com o passar dos anos, assistimos à tentativa de mudar jogabilidade do habitual 2D para o mais recente 3D da altura, introduzindo uma forma de jogar diferente em relação ao que a série nos tinha habituado. Contudo nem todas as mudanças foram boas.

Gráficos e som

Worms W.M.D (Weapons of Mass Destruction) promete voltar ás origens trazendo-nos um visual 2D inspirado num dos jogo mais bem sucedido da série (Worms Armageddon). E podemos dizer que funcionou, pois, o jogo é bastante divertido.

O jogo oferece-nos uma bela combinação de paisagens criadas com muita arte, animações de belo efeito, e minhocas realmente expressivas.

No som tem os habituais, mas sempre desejáveis, diálogos cómicos que, juntamente com a a jogabilidade Worms W.M.D, fazem com que este jogo seja um "must play" se jogarmos com amigos de carne e osso.




Conclusão

Em suma, WORMS W.M.D tem potencial para nos oferecer bastantes horas de diversão e gargalhadas, com um dos melhores jogos de co-op. Sem dúvida que certamente é um dos melhores Worms feitos até agora, chegando a passar o seu antecessor de maior sucesso Worms Armageddon.

Contudo, o seu preço de 29,99€ (Steam), parece-me um pouco exagerado, mas se és um fã de Worms ou já tens saudades então o preço não será impeditivo.    


Como prometido, aqui fica a análise em vídeo. Não se esqueçam de subscrever o canal FAPS e dar like caso queiram ver mais vídeos como este!

  • 7Jogabilidade
  • 8Gráficos
  • 6Som
  • 9Diversão
  • Bom
    “WORMS W.M.D tem potencial para nos oferecer bastantes horas de diversão e gargalhadas”
    7.5
    comments powered by Disqus
    Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência online. Ao usar o nosso website, está a concordar com o uso dos nossos cookies em concordância com a nossa política de privacidade. Saiba mais aqui.